Escola investe em meditação para diminuir ansiedade de alunos em SP - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, sábado, 18 de novembro de 2017

Escola investe em meditação para diminuir ansiedade de alunos em SP

Crianças do período integral demonstravam mais impaciência porque têm muitas atividades

Publicado em: 01/03/2017 às 10h25

r7

Professora adotou técnica para que alunos "desacelerassem" Getty Images

A pergunta que os professores mais ouviam das crianças durante as atividades era "o que faremos depois?". Além disso, muitas delas já manifestavam dificuldade de concentração, falta de paciência para esperar e interrompiam atividades para começar outras, sem nunca concluí-las.

Esse padrão de comportamento era ainda mais comum entre as crianças de 4 a 10 anos que estudam em período integral no Colégio Mary Ward, no Tatuapé, zona leste paulistana. Preocupada com o desenvolvimento dos alunos, a professora Alexandra Grassini decidiu adotar técnica americana, o mindfulness, para que eles conseguissem "desacelerar" e reduzir a ansiedade.

— Vivemos em uma sociedade que exige que todos estejam sempre conectados, ligados, fazendo alguma atividade. E isso provoca a ansiedade. Não só em adultos, mas repercute também nas crianças.

Segundo ela, os alunos do período integral demonstravam ainda maior ansiedade já que ficam muito tempo na escola e têm muitas atividades.

Baixo desempenho da criança na escola pode ser sinal de dislexia

Ela contou que as crianças tinham dificuldade de terminar as tarefas escolares e sempre estavam ansiosas com as futuras atividades, sem conseguir aproveitar o que faziam no momento.

— Era um padrão que os prejudicava, porque eles não curtiam o que tanto esperaram. E, futuramente, as implicações poderiam ser ainda maiores.


Por isso, desde o começo do ano os 29 alunos do período integral passaram a fazer atividades ligadas à técnica americana para melhorar a concentração.

Filhos de pais que ficam muito no celular terão dificuldades na escola e problemas de saúde mental

Meditação

São exercícios de respiração e meditação voltados para crianças. Em uma das atividades, as crianças ficam em silêncio para perceber os sons externos que os rodeiam.

— No começo, eles ficavam agitados e falavam todos ao mesmo tempo. Depois, foram ficando mais relaxados, mais sensíveis ao que acontecia em volta e ficaram felizes de conseguir perceber tudo isso.

Ela contou que a atividade também aproximou as crianças uma das outras, já que a maioria dos exercícios é feita em grupo.

— É uma técnica que favorece o desenvolvimento de habilidades sociais, saber escutar o colega, prestar atenção no outro e no mundo. Também se sentem mais confiantes em compartilhar o que descobriram com os amigos.

Para ela, a técnica trouxe benefícios no curto prazo, mas deve ajudar os alunos ainda mais nos próximos anos, quando vão vivenciar ainda mais situações de estresse, como provas, cobranças em casa, vestibular.

— É uma forma de ensiná-las a lidar com situações de grande pressão. Futuramente, elas poderão recorrer às habilidades que aprenderam aqui para lidar com a frustração.