Grupo JBS é investigado por fraudes em aportes do BNDES - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, terça-feira, 21 de novembro de 2017

Grupo JBS é investigado por fraudes em aportes do BNDES

Investigação apura supostas irregularidades na concessão de apoios financeiros

Publicado em: 13/05/2017 às 10h38

correiodoestado

Grupo JBS detém maior parte do mercado de carne do País e de Mato Grosso do S

Um dia após a quarta fase da Operação Lama Asfáltica, o grupo JBS é alvo de nova operação, a Bullish, da Polícia Federal. Desta vez, o objetivo é investigar possíveis irregularidades em aportes concedidos pelo Banco Nacional de Desenvolvimento Econômico e Social (BNDES).

A investigação apura supostas irregularidades na concessão de apoios financeiros pela BNDESPar, subsidiária do BNDES, à JBS, a partir de junho de 2007.

Conforme informações da Polícia Federal, os investigadores apontam problemas de avaliações envolvendo o banco estatal, como rapidez de análises de operações financeiras complexas que fogem dos padrões, sem mensurar riscos ou garantidas devidas.

Na decisão, o juiz Ricardo Leite, da 10ª Vara da Justiça Federal do Distrito Federal, afirma que um laudo da Polícia Federal demonstra prejuízos em operações de debêntures que favoreceram a JBS e prejudicaram o BNDES.

Entre 2006 e 2014, a JBS recebeu R$ 8,1 bilhões para comprar companhias no exterior e se tornar uma gigante no setor de carnes. Em troca, o banco se tornou sócio da empresa.

Na quinta-feira, o grupo JBS já havia sido alvo da quarta fase da Operação Lama Asfáltica, sob a suspeita de pagamento de propina em troca de incentivos fiscais.

A PF cumpriu mandados de busca e apreensão na unidade de Campo Grande, saída para Sidrolândia, e na Eldorado Brasil, em Três Lagoas, além do escritório da empresa em São Paulo. A unidade frigorífica de Campo Grande foi inaugurada em 2009, pelo grupo Bertin, e foi comprada pelo JBS no ano de 2011.