Idoso fica em estado grave depois de ataque de abelhas, em Ivinhema - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, sábado, 18 de novembro de 2017

Idoso fica em estado grave depois de ataque de abelhas, em Ivinhema

Publicado em: 07/11/2017 às 07h13

vicentina online

Abelhas europa são agressivas e ataque pode levar à morte - Foto: Divulgação

Um ataque de abelhas deixou em estado grave Salvador Camilo da Silva, 75 anos, nesta segunda-feira (6), no município de Ivinhema.

Segundo informações do Corpo de Bombeiros, a vítima foi encontrada por moradores que foram pedir socorro no destacamento, visto que o homem estava desmaiado em função das diversas ferroadas que sofreu.

O sargento Novaes explicou que um conhecido da vítima tentou protegê-lo cobrindo com um cobertor, a fim de evitar novos ataques.

"Foi uma atitude muito nobre, mas é preciso ter cuidado nesses casos. A maioria das pessoas não tem conhecimento se é alérgica ao veneno das abelhas, por isso faz-se necessária a utilização de Equipamento de Proteção Individual (EPI)", alertou o militar.

Quando foi socorrido, Salvador estava com pressão arterial bastante alterada (20 por 12) e foi encaminhado imediatamente ao hospital municipal de Ivinhema. Conforme informações do departamento de assistência social, a vítima está consciente e conseguiu se comunicar depois de receber medicação.

"Ficará em observação para monitorar o quadro de saúde, mas não será preciso remoção para outro município", informaram.

De acordo com os relatos dos conhecidos, o idoso teria ido até uma área do bairro Vitória, conhecida como Viveiro, com objetivo de colher folhas de uma espécie nativa.

Ao encontrar uma árvore, teria utilizado um caixote para alcançar os galhos e não se atentou que dentro da estrutura havia uma colônia de abelhas da espécia Europa.

CUIDADOS COM ATAQUE DE ABELHA - As reações mais comuns à ferroada da abelha Europa são: dor, inchaço e coloração avermelhada na pele. No caso de múltiplas picadas a pessoa pode apresentar: coceira, calor generalizado, hipotensão, taquicardia, cefaleia, náuseas e/ou vômitos e cólicas abdominais.

Especialistas em apicultura explicam que após o ataque, a primeira coisa a ser feita é retirar o ferrão da pele da vítima. No entanto, se houver muito veneno inoculado pode ser desencadeado choque anafilático, edema da glote (garganta), perda de consciência, incontinência renal e alterações bruscas na presão arterial.

Geralmente o maior perigo acontece quando a pessoa é ataca por um enxame de abelhas, portanto algumas dicas são elencadas: não atire objetos como pedras e galhos em direção às colmeias, não fique parado e afaste-se o máximo possível da moradia das abelhas.

Além disso, se a vítima observar que o ataque vem em sua direção não deve correr em linha reta, mas, sim em ziguezague, protegendo o rosto com uma toalha ou camisa, pois, as mordidas no pescoço ou na mucosa oral podem ocasionar e morte por asfixia.