André sugere união com Azambuja e Odilon para formar 'chapa ideal' - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, quinta-feira, 26 de abril de 2018

André sugere união com Azambuja e Odilon para formar 'chapa ideal'

Ex-governador disputaria a sucessão, com o juiz de vice

Publicado em: 09/02/2018 às 07h21

correio do estado

André adotou o lema ouvido nas ruas, de “volta, André”, para disputar o governo de MS - Foto: Divulgação

Pré-candidato ao governo de Mato Grosso do Sul, o ex-governador André Puccinelli (MDB) afirmou ontem, em entrevista à rádio CBN 93,7 FM, que vai até o fim no “projeto do ‘volta, André’”.

Para ressaltar ainda mais essa decisão, ele se colocou como cabeça na “composição ideal”. “Chapa boa seria André governador, Odilon vice e Reinaldo senador”, disse ele em referência a dois de seus principais adversários: o governador Reinaldo Azambuja (PSDB) e o juiz federal Odilon de Oliveira (PDT). 

Sem mandato desde o dia 31 de dezembro de 2014, André tinha como pretensão cuidar dos netos e ser o fundador de uma entidade habitacional voltada para crianças no exterior do Brasil.

Ele chegou a montar escritório com esse objetivo e com o propósito de escrever três livros. Seriam eles: o primeiro contando sua trajetória como médico (1974 – 1986), o segundo como parlamentar e o terceiro como chefe do Executivo municipal e estadual.

Mas a política não se afastou dele. André afirmou em entrevista que era constantemente procurado para tratar de assuntos partidários e de cenários voltados para a política. “Montei escritório com a finalidade de escrever livros e de montar uma fundação de apoio à área habitacional para crianças no exterior do Brasil. No entanto, as pessoas começaram a levar questões políticas”, disse ele. Já na eleição de 2015, André contou que foi bastante assediado para concorrer ao Senado.