Helicóptero da PM sobrevoa periferia de Dourados para mapear áreas - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, quinta-feira, 20 de setembro de 2018

Helicóptero da PM sobrevoa periferia de Dourados para mapear áreas

O veículo aéreo estará atuando em diversas ações no interior do Estado nos próximos dias

Publicado em: 14/03/2018 às 08h36

douradosnews

Durante a operação 115 pessoas foram abordadas, 11 locais mapeados e 25 veículos vistoriados. - Crédito: Divulgação

A Polícia Militar em Dourados realizou desde a manhã de ontem (13) ações de repressão que contaram com o apoio do Grupamento de Policiamento Aéreo da PM. 

De acordo com informações repassadas ao Dourados News, durante a operação 115 pessoas foram abordadas, 11 locais mapeados e 25 veículos vistoriados. As ações aconteceram num empenho conjunto à ALI (Agência Local de Inteligência). 

As abordagens foram realizadas nos bairros Parque das Nações, Sitiocas Campo Belo e Campina Verde, Dioclécio Artuzzi e Jardim Guaicurus através da atuação de militares do Choque, Força Tática, GETAM (Grupamento Especial Tático de Motos) e Rádio Patrulha.

“As ações em Dourados foram planejadas pelo comando e subsidiada por informações da ALI e pelo mapa criminal de Dourados, visando dar uma maior tranquilidade às pessoas que residem, trabalham ou transitam nas áreas saturadas” afirma nota divulgada à imprensa pela assessoria da PM.

O comandante da Polícia Militar em Dourados, tenente-coronel Carlos Silva, afirmou que as ações reforçam o compromisso da Sejusp (Secretaria de Justiça e Segurança Pública) e do Comando Geral da Polícia Militar em promover a segurança pública nos municípios sul-mato-grossenses. 

“A SEJUSP e o Comando Geral da PMMS, tem apoiado as ações preventivas e repressivas da Polícia Militar em Dourados, investindo a melhor logística e os melhores profissionais para que possamos manter a tranquilidade em nossa cidade. Daqui pra frente essas ações se tornarão cada vez mais comuns, não somente em Dourados, mas em todo o interior do estado” concluiu Carlos Silva.

O trabalho repressivo aéreo deve continuar nos próximos dias em vários locais do interior do Estado.