Filho descobre que mãe morreu em acidente e coloca fogo na casa - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, terça-feira, 22 de maio de 2018

Filho descobre que mãe morreu em acidente e coloca fogo na casa

Motorista envolvido no acidente era filho caçula e morreu na Santa Casa

Publicado em: 30/03/2018 às 14h58

correiodoestado

Imóvel ficou completamente destruído pelo incêndio - Bru

Acidente de trânsito registrado na madrugada desta sexta-feira (30), resultou na morte de Márcia Magno, 54 anos, e o filho, Ítalo Magno, 23 anos, que conduzia um veículo Prisma, na Rua Fraiburgo, no Bairro Cidade Morena, em Campo Grande. A outra passageira, Jéssica da Silva, 23 anos, teve ferimentos, mas não corre risco de morte.

A ocorrência foi atendida na Delegacia de Pronto Atendimento Comunitário (Depac) Piratininga e a informação é de que todos os ocupantes estavam alcoolizados. Condutor teria perdido o controle da direção do automóvel, por volta das 2h30, colidindo com uma árvore.

A mãe de Ítalo morreu no local e o rapaz foi encaminhado para a Santa Casa, onde morreu pouco tempo depois. 

TRAGÉDIA FAMILIAR

Márcia Magno também era mãe de Clífor e Clever, que moravam com ela em uma casa no Bairro Jardim Centenário, localizada na Rua Cabrália Paulista. Os dois ficaram desesperados com a notícia da morte, e Clífor, transtornado, afirmava que iria colocar fogo na residência.

O vizinho, Alexandro Luiz da Silva, 30 anos, chegou em casa do trabalho no começo da manhã e ouviu as ameaças, mas, acreditou que se tratava de um desabafo diante da perda dos familiares. 

Pouco tempo depois, outro vizinho chamou Alexandro informando que a casa de Clífor estava em chamas. A testemunha foi até o local e conseguiu tirar o o rapaz do imóvel. "Aparentemente, a intenção dele era cometer suicídio e foi difícil tirá-lo do interior da residência", explicou o vizinho.

Segundo o tenente do Corpo de Bombeiros, Evaldo Nunes de Oliveira, o homem precisou ser contido em razão do transtorno e encaminhado para o Centro de Apoio Psicossocial (Caps) do Aero Rancho.

O irmão, Clever, foi visto perambulando pelas ruas do bairro, mas não foi encontrado até o fechamento da matéria. 

No total, quatro viaturas dos Bombeiros atenderam ao chamado e foram utilizados mais de dois mil litros de água. O imóvel ficou completamente destruído e a estrutura comprometida.