Venda de fábrica para russos pode ser concluída em até 90 dias - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, terça-feira, 22 de maio de 2018

Venda de fábrica para russos pode ser concluída em até 90 dias

Em abril, reportagem do Correio do Estado já antecipava a informação com exclusividade

Publicado em: 10/05/2018 às 07h11

correio do estado

A unidade terá capacidade de produzir 2.200 toneladas de amônia e 3.600 ton de ureia - Foto: Bruno Henrique / Arquivo / Correio do Estado

A Petrobras confirmou ontem, em nota oficial, uma negociação exclusiva com o conglomerado russo Acron para a venda da Fábrica de Fertilizantes Nitrogenados da Petrobras (UFN-3), em Três Lagoas, e da Araucária Nitrogenados S.A. (Ansa), no Paraná. A informação já havia sido antecipada pelo Correio do Estado em abril deste ano, após uma entrevista exclusiva com o senador Pedro Chaves, que também confirmou o pagamento da dívida de R$ 36 milhões com os fornecedores e comerciantes locais.

Ao todo, a negociação exclusiva deve durar 90 dias, mas, segundo o Secretário de Estado de Meio Ambiente e Desenvolvimento Econômico (Semagro), Jaime Verruck, é possível que o negócio seja fechado em menos tempo que o previsto. “Eu acredito que teremos a resposta em 30 dias e, até o fim do ano, a obra deve ser retomada. O grupo russo já realizou três visitas aqui, duas em Três Lagoas e uma na Bolívia, para ver a questão do gás natural”, revela Verruck.

A Acron é uma empresa Russa com foco na produção e comercialização de fertilizantes, com vendas em mais de 60 países.

A aquisição da unidade pelo grupo representa, aponta o secretário, um projeto estratégico tanto para o País quanto para Mato Grosso do Sul, além de reposicionar o Estado no cenário industrial. “A empresa deverá ter aquisição de mais de 2 milhões de metros cúbicos de gás natural da Bolívia por dia, que é a matéria-prima da fábrica de fertilizantes. Será uma demanda adicional que ajudará tanto na arrecadação de impostos do Estado quanto na viabilização de estrutura para essa demanda. É uma notícia extremamente positiva” analisa Verruck.