Caminhão caçamba tomba em área de descarte de entulhos - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, terça-feira, 21 de agosto de 2018

Caminhão caçamba tomba em área de descarte de entulhos

Acidente foi perto de placa com o anúncio de "Não jogue lixo"

Publicado em: 18/05/2018 às 17h01

correiodoestado

Caminhão caçamba tombado no macroanel de Campo Grande - Valdeni

Um caminhão Volkswagen branco tombou no marcroanel rodoviário de Campo Grande no começo da tarde desta sexta-feira (18). O veículo aparentemente estaria descartando entulho na beira da rodovia, que é nova e fica próxima da cachoeira do Inferninho. Parte desse trecho, inclusive, passa por obras e vai compor todo o anel viário, ligando a MS-080 com a MS-010.

 

A reportagem do Correio do Estado esteve no local e verificou que na caçamba do veículo ainda tinha entulho, sendo que a maior parte estava espalha às margens da via. Perto do local do acidente, inclusive, há um placa com os dizeres: "Não jogue lixo".

 

Os Bombeiros foram acionados para prestar atendimento, mas o motorista do caminhão não sofreu ferimentos e preferiu renunciar ao socorro. A reportagem tentou conversar com a vítima, mas o homem estava visivelmente irritado e preferiu não dar declaração. Ele não respondeu se o caminhão estava carregado e o que era o material transportado.

 

O problema de descarta de lixo não é de agora nessa região. Ao longo das margens do anel viário há entulho espalhado por vários trechos, principalmente com resto de material de construção.

 

A Polícia Militar Ambiental (PMA), que pode fazer fiscalização, tanto com autuação administrativa e aplicação de multa, como também registar ocorrência caso haja indicativo de crime ambietal; informou que atua nessa área onde houve o acidente. Para aplicar o decreto federal 6.514/2008, que prevê multa no caso de descarte irregular, é preciso haver flagrante. Crimes ambientais são regidos pela Lei federal 9605/98.

 

No Estado, a PMA tem convênio com o Instituto Brasileiro do Meio Ambiente e dos Recursos Naturais Renováveis (Ibama) e o Instituto de Meio Ambiente de Mato Grosso do Sul (Imasul) para fiscalizar o descarte de entulho em rodovias. Dentro de Campo Grande, são fiscais da Secretaria Municipal do Meio Ambiente e Gestão Urbana (Semadur) que fazem vistoria a partir de denúncias.