Grupo é preso por roubo articulado por funcionário de empresa - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, sexta-feira, 20 de julho de 2018

Grupo é preso por roubo articulado por funcionário de empresa

Publicado em: 26/06/2018 às 07h44

douradosnews

Presos nesta manhã após ação criminosa em empresa - Crédito: Divulgação/ Polícia

Quadrilha foi desarticulada nesta segunda-feira (25), em Dourados, após invadir empresa e levar três veículos. A Defron (Delegacia Especializada de Repreensão aos Crimes de Fronteira ) e o DOF (Departamento de Operações de Fronteira) estiveram a frente das investigações e prisões e divulgaram que um funcionário do estabelecimento armou o esquema. 

De acordo com nota enviada à imprensa, Edevaldo Sabino Silva, 29, Sandro Junior Alves de Moraes Melo, 21, Iago Pereira da Silva, 29, Heres Augusto de Oliveira Filho, 22, Lucas Gabriel Franco do Amaral, 18 e um adolescente de 16 anos participaram da ação. 

A polícia informa que por volta das 3h de hoje (25), cinco homens invadiram uma empresa e armados renderam e amarraram o segurança e levaram três veículos, sendo duas vans, marca Mercedes modelo Sprinter e uma pick-up Fiat Strada. 

O grupo estava sendo investigado pelos policiais da Defron que, quando tomaram conhecimento da ocorrência do roubo, solicitaram apoio às equipes do DOF. 

Policiais do DOF realizaram abordagem a duas Vans na BR-463, enquanto estas seguiam para o Paraguai. Heres foi preso em flagrante na condução de uma das Vans enquanto o outro motorista abandonou o veículo e fugiu.

Ainda conforme informações policiais, durante toda a madrugada e a manhã desta segunda-feira (25), equipe da Defron realizou diversas diligências e foi possível prender em flagrante Edevaldo, Iago, Sandro e apreender o adolescente. 

Os policiais recuperaram também um veículo Pick-up Fiat Strada.

Ainda conforme a polícia, Edevaldo é funcionário da empresa e foi quem arquitetou todo o roubo com base em informações sobre a rotina e vulnerabilidade da empresa. 

Os policiais continuam em diligências buscando identificar e prender outros possíveis envolvidos na ação.