Como pensar rápido e melhorar sua performance no futebol - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, sexta-feira, 20 de julho de 2018

Como pensar rápido e melhorar sua performance no futebol

No mês de Copa do Mundo, saiba como uma mente ágil e um cérebro treinado podem ser grandes aliados nos esportes

Publicado em: 27/06/2018 às 10h04


“Que emocionante é uma partida de futebol”! Como já dizia a música, o futebol é o esporte que une a todos, seja para torcer, jogar chorar as derrotas e comemorar as vitórias. E o maior evento de futebol está chegando: a Copa do Mundo 2018, que acontece na Rússia. Mais do que emoção e torcida, uma partida de futebol exige concentração, performance, foco e determinação; habilidades que podem ser desenvolvidas com atividades novas, variadas e com desafio crescente, que chamamos de ginástica para o cérebro.
 

Em uma pesquisa feita por cientistas europeus do Instituto Karolinska, na Suécia, foi comprovado que o cérebro de jogadores de futebol possui suas funções executivas mais apuradas, fazendo com que tenham mais organização na tomada de decisões e planejamentos.
 

De acordo com Predrag Petrovic, neurologista e um dos autores da pesquisa, “o indivíduo não consegue se tornar um bom jogador se não possuir funções executivas potentes, no entanto sempre é possível aprimorar a função executiva pelo treinamento”.
 

As funções executivas são indispensáveis para conseguir uma boa performance, seja nos esportes, na vida profissional ou na vida pessoal.

Mas como fazer com que nossas funções executivas sejam mais consistentes? A resposta é: estimular o cérebro!

Ginástica para o cérebro melhora sua performance

Quando colocamos nossa mente para funcionar e a tiramos da sua zona de conforto, obtemos maior rapidez de raciocínio, agilidade e capacidade de resolução de problemas.

Segundo Howard Gardner, psicólogo americano, o que faz a diferença para o desempenho de jogadores de futebol são as inteligências corporal (habilidade motora), espacial (visão de jogo) e lógico-matemática.

Todas essas habilidades podem ser aprimoradas com as aulas de ginástica para o cérebro do Método SUPERA, uma rede com mais de 300 escolas espalhadas pelo Brasil exclusivamente dedicadas à estimulação cognitiva.
 

Nas aulas, os alunos exercitam as habilidades cognitivas e socioemocionais com jogos de tabuleiro, apostilas com exercícios cognitivos, ábaco e dinâmicas em grupo. Com isso, muitos alunos atletas têm resultados positivos.
 

Eni Webber, aluna do SUPERA, pratica atletismo e acredita que o esporte aliado à ginástica cerebral melhorou sua qualidade de vida: “As atividades extras, como os esportes, nos tiram da rotina e dão mais qualidade de vida. O SUPERA tem me ajudado a ficar mais ativa, melhorar a memorização, a organização, a focar naquilo que desejo. As habilidades que desenvolvo aqui me ajudam a ter bom rendimento na corrida”.

“A diferença de um atleta campeão para os demais atletas está na mente. O Método SUPERA treina seus alunos para terem mais foco, concentração e agilidade de raciocínio, habilidades essenciais para a boa performance dos atletas”, explica Antonio Carlos Perpétuo, presidente e fundador do Método SUPERA – Ginástica para o Cérebro e campeão nacional de acrobacias aéreas.
 

Bom desempenho nos esportes
 

Para os amantes de esportes no geral, e principalmente para aqueles que amam futebol, alguns itens são essenciais e podem ser treinados e desenvolvidos. Veja quais são eles:

 

– Visão Periférica: indispensável para que os atletas encarem o jogo de outra forma, através de uma visão de campo expandida; fazendo com que o jogador já consiga enxergar e prever os movimentos dos outros jogadores. A ginástica cerebral é capaz de desenvolver a agilidade de raciocínio, visão periférica e a capacidade de se relacionar; seja com os colegas de esporte durante partidas ou em treinos.

-Raciocínio Rápido: Uma partida sem rapidez e agilidade não garante bons resultados. Quanto mais rápida a resposta do raciocínio, melhor o desempenho em campo. Os jogos de tabuleiro e desafios vistos dentro das salas de aula do SUPERA são capazes de deixar nossa mente ágil e aprimorar as habilidades mentais e socioemocionais.
 

– Boa Respiração: Uma respiração correta feita pelo abdômen reduz os efeitos do estresse no cérebro e auxilia o bom funcionamento das funções cognitivas; além de facilitar a prática da corrida e diminuir os efeitos da fadiga e do cansaço.
 

– Foco e Concentração: Itens essenciais para qualquer atleta. Estar preparado mentalmente é tão essencial quanto estar preparado técnico e fisicamente; evitando distrações e controlando emoções. A prática do ábaco, instrumento milenar de contas utilizado nas aulas de ginástica para o cérebro do SUPERA, é uma alternativa eficaz para treinar o foco, trazendo resultados benéficos aos alunos.
 

– Movimentos rápidos: Saber os movimentos exatos no tempo certo acarreta em boas jogadas. Essa habilidade faz com que a performance pessoal e em grupo seja aprimorada e depende do bom funcionamento das funções executivas do cérebro.

E aí, já está preparado para torcer muito na Copa? Quando colocamos o cérebro para jogo, os resultados são visíveis e pode mudar toda a partida para melhor!
 

Para saber mais, acesse www.metodosupera.com.br
 

Assessoria de Imprensa SUPERA
Isabella Rabelo
/ isabella.comunicacao@metodosupera.com.br
(12) 3341-9929 (ramal 245) / (12) 98866-1732
www.metodosupera.com.br