PCC obriga vítima de execução a gravar mensagem ameaçando a facção rival - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, sexta-feira, 16 de novembro de 2018

PCC obriga vítima de execução a gravar mensagem ameaçando a facção rival

"Todos têm de seguir o PCC, maior grupo do mundo", disse jovem no vídeo

Publicado em: 01/08/2018 às 08h33

midiamax

Antes de ser assassinado, após passar por um julgamento do ‘Tribunal do Crime’ do PCC (Primeiro Comando da Capital), Douglas Sarat de Moraes, de 18 anos, foi obrigado a gravar um vídeo mandando um recado para os integrantes da facção criminosa rival CV (Comando Vermelho). O crime aconteceu na cidade de Dourados, a 225 quilômetros de Campo Grande.

Nas imagens gravadas, Douglas diz ser simpatizante do CV e alega que ele e outros integrantes estavam armando uma emboscada para os integrantes do PCC, mas que não deu certo, “Todos têm de seguir o PCC, maior grupo do mundo. Todos do CV têm de sair vazado”.

Em outra parte do vídeo, Douglas diz: “PCC chegou em Dourados chegando, rasgando tudo”. O corpo do rapaz foi encontrado às margens de uma estrada vicinal, com um tiro na cabeça que transfixou o rosto. Ele estava com as mãos e pés amarrados, com uma corda de náilon.

 

No vídeo gravado, e enviado ao site Dourados News, é possível ouvir uma voz dando as instruções do que deveria ser dito a Douglas. O corpo do rapaz foi encontrado na manhã de domingo (29) por testemunhas que passavam pelo local.

Confira o Video: