Família que matou homem com golpes de barra de ferro vai a júri nesta sexta-feira - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, terça-feira, 23 de outubro de 2018

Família que matou homem com golpes de barra de ferro vai a júri nesta sexta-feira

Homicídio ocorreu no dia 14 de agosto de 2014

Publicado em: 03/08/2018 às 10h50

correiodoestado

O crime ocorreu em 2014 no Bairro Jardim Colibri, em Campo Grande - Arquivo/ Correio do

Vão a júri popular nesta sexta-feira às 8 horas, os acusados de matar Amarildo Flávio Tomasin com golpes de barra de ferro e tiros no dia 14 de agosto de 2014, na Rua João Trivellato, Jardim Colibri, em Campo Grande. Elys Camargo Nogueira, Guiomar Camargo Fidencio, Marilus de Fátima Tomazin Santos e Wesley Camargo Fidencio estão sendo julgados pelo crime de homicídio qualificado.

 

Segundo a acusação, Wesley efetuou os disparos contra Amarildo, que caiu, quando Elys, Guiomar e Marilus passaram a desferir golpes de barra de ferro.  De acordo com o Ministério Público, os acusados agiram por motivo torpe, vingando-se da vítima em razão de comportamentos anteriores e desavenças existentes.

 

A denúncia aponta que Elys, Guiomar e Marilus empregaram meio cruel na medida em que espancaram Amarildo até a morte, com reiterados golpes de barra de ferro, causando intenso sofrimento físico e mental de forma desnecessária.

 

Além disso, indícios apontam que usaram recurso que dificultou a defesa da vítima porque se preparam e aguardaram a vítima no local, pegando-a de surpresa, com os disparos, além de se aproveitarem de sua incapacidade de defesa porque, após ter sido alvejado com os disparos, caído ao solo, foi agredido.

 

Por fim, consta nos autos que Wesley adquiriu e portava um revólver antes do homicídio, sem autorização. Eles respondem por homicídio qualificado por motivo torpe, meio cruel e recurso que dificultou a defesa da vítima. Os acusados tentaram recorrer, mas o pedido foi negado pelo Tribunal de Justiça.