Médicos da Santa Casa da Capital entram em greve por atraso no salário e ambulatório funciona com 30% dos profissionais - DOURADINA NEWS - 5 ANOS NA LIDERANÇA!

22º min
32º min



Douradina - MS, terça-feira, 19 de março de 2019

Médicos da Santa Casa da Capital entram em greve por atraso no salário e ambulatório funciona com 30% dos profissionais

Santa Casa é o maior hospital de Mato Grosso do Sul

Publicado em: 17/12/2018 às 10h55

MIDIAMAX

Os médicos da Santa Casa de Campo Grande entraram em greve nesta segunda-feira (17), por conta de atrasos salariais. O hospital – que é beneficente – confirma que não tem o recurso total e aguarda repasses do poder público para colocar os salários em dia.

Segundo o presidente da Amesc/CG (Associação dos Médicos da Santa Casa de Campo Grande), Alex Cunha Alonso, os atendimentos de emergência, no pronto-socorro, continuam sendo feitos normalmente. O setor de ambulatório funciona apenas com 30% dos profissionais e as cirurgias eletivas – que não de urgência- devem ser afetadas com a paralisação dos atendimentos.

A categoria optou pela paralisação em assembleia na quarta-feira (12). Alguns profissionais estariam, segundo a associação, sem receber o pagamento há cinco meses, enquanto outros tiveram os salários parcelados, mas não receberam os valores integrais. Entre os médicos há 440 celestistas e 330 em regime autônomo e pessoa jurídica.

“Sexta-feira teve uma reunião com o presidente e informaram que não tem dinheiro. Que não deu certo um empréstimo na Caixa”, menciona Alonso.

A Santa Casa informou que, até o momento, os atendimentos estão sendo feitos normalmente. O hospital ainda aguarda repasse da Prefeitura para esta segunda-feira (17).